Palestra de Jorge Paulo Lemann no Ciclo Grandes Universidades pela Fundação Estudar.
Contando sua experiência universitária com lições que aprendeu em Harvard.
Conheça mais sobre esta figura de destaque, motivo de orgulho para o nosso país.

Vida Pessoal:
Jorge Paulo Lemann nasceu no Rio de Janeiro, em 26 de agosto de 1939, descendente de imigrantes suiços com o nome Lehmann.
Lemann tem 73 anos, é pai de cinco filhos, casado. Lemann foi tenista e surfista na mocidade, tendo representado a Suíça na Copa Davis de 1962 e o Brasil em 1973. Foi pentacampeão brasileiro de tênis.

Apesar de figurar como um dos homens mais importantes do mundo dos negócios no mundo, por sua postura discreta são poucas as vezes em que Lemann foi fotografado. Em 1999, quando seus filhos sofreram uma tentativa de sequestro, decidiu mudar para Suiça, onde até hoje vive com a família.

Em 2002 fundou a Fundação Lemann, organização sem fins lucrativos que tem como objetivo melhorar a qualidade da educação pública no Brasil. Com foco em garantir o aprendizado dos alunos, contribuindo para que o país seja capaz de oferecer uma educação de alto nível para todos.

Vida Profissional:
Atualmente é o homem mais rico do Brasil com uma fortuna avaliada em US$ 17,8 bilhões. Por também ser suíço, figura como segundo homem mais rico da Suíça. Está em 33º lugar no ranking dos mais ricos do mundo pela Forbes.

Sua educação básica foi na Escola Americana do Rio de Janeiro. Na graduação estudou economia na Universidade de Harvard. Depois de se formar em 1961-1962, iniciou sua carreira como estagiário do Credit Suisse. Ele começou a ganhar notoriedade no mundo dos negócios no início da década de 70, quando fundou, com seus sócios, o Banco Garantia. A instituição acabaria vendida para o mesmo Credit, décadas depois, por 675 milhões de dólares.

É um dos controladores da AmBev, a fabricante de cervejas e refigerantes resultante da fusão entre Brahma e Antarctica e posteriormente fundida com a belga Interbew, formando a segunda maior cervejaria do mundo, a Inbev. Após a compra da Budweiser formou-se a AB InBev, maior cervejaria do mundo, tendo como maior concorrente a SABMiller. Também é dono da rede de fast food Burger King, da América Latina Logistica , de ferrovias nos EUA, das Lojas Americanas, da Submarino, Americanas.com e outras.

Recentemente, o empresário brasileiro junto com o investidor americano Warren Buffett tornaram-se sócios para a compra da companhia americana de alimentos Heinz (do famoso Ketchup). Avaliada em US$ 28 bilhões, a compra da gigante americana do setor alimentício foi anunciada no começo de fevereiro. A Berkshire Hathaway e a 3G Capital terão, cada uma, US$ 4,5 bilhões de participação no capital social da Heinz. A sede da companhia permanecerá sediada em Pittsburgh.

Ao falar do negócio, Buffett não poupou elogios ao novo sócio e ao estilo de gestão que criou. “Não creio que exista um estilo de gestão mais desenvolvido do que o que Jorge Paulo fez ao longo dos anos, no Brasil. Ele tem sido incrível”, afirma Buffett.

Anúncios