O empresário Eike Batista voltou esta semana a ser notícia. Passado quase um ano em que a petroleira OGX entrou com pedido de recuperação judicial, os acionistas da companhia aprovaram a troca da dívida por ações. Assim, o empresário livrou-se de um passivo de R$ 13,8 bilhões.

Criticar Eike Batista atualmente, com as empresas X em meio a recuperações judiciais, tornou-se tarefa fácil. Mas em 2011, quando ele era o oitavo homem mais rico no mundo, de acordo com o ranking da Forbes, e empresário de diversos setores, como mineração, petróleo, energia, portos, construção, entre outros, era algo praticamente impensado. Até que o empresário foi convidado pelo programa Manhattan Connection para falar das perspectivas para as empresas X e sobre o real poder econômico e social delas.

Relembrar esta entrevista cheia de farpas de Eike Batista com Diogo Mainardi e Lucas Mendes é mais do que interessante: é uma lição de para quem busca diferenciar simples promessas de empresas reais, umas das mais importantes tarefas para quem visa investir em empresas sólidas. Confira!

Anúncios