Nesse vídeo, Milton Friedman, economista norte-americano, um dos maiores entusiastas do libertarianismo e vencedor do prêmio Nobel de Economia de 1976, fala sobre os riscos necessários à sociedade.

Em um cenário um pouco inusitado para uma conversa sobre economia, Friedman utiliza a relação entre um cassino e a vida real como exemplo. O economista explica que no início do jogo, todos os apostadores possuem o mesmo número de fichas, mas isso não garante a vitória. Isso porque para ele, as fichas deveriam ser devolvidas aos seus donos originais ao final do jogo, mas, os jogadores dificilmente aceitariam essa situação, pois acabaria com o sentido do jogo.

Com esse exemplo, Friedman levanta a questão: “O que um cassino tem a ver com o mundo real?” Para ele, a comparação é possível porque tomamos decisões que são puras apostas todos os dias, algumas grandes outras pequenas.

Para o economista, a necessidade por apostar e arriscar é um dos fatores que movimenta a sociedade humana e também, o sistema econômico.

Escrito por Larissa Moutinho, jornalista MTB 6805, assessora responsável pela comunicação da TORO Investimentos. Foi editora da Revista ADVFN e jornalista da InvestMais. Pós-graduada em marketing e pós-graduanda em finanças.

Anúncios