Como um cidadão acima dos 60 anos de idade pode se reinventar para manter a carreira em movimento? Essa pergunta representa um desafio para pessoas que decidem permanecer ativas no mercado de trabalho, mesmo após alcançaram uma idade mais avançada.

Nessa realidade, duas barreiras surgem de imediato:

  1. A resistência do mercado em arcar com salários de funcionários sênior (ou superior)
  2. E a dificuldade que gestores encontram para inserir novas culturas empresariais na mente desses profissionais que, em linhas gerais, são menos moldáveis

Esse é um movimento que acontece em todo o mundo e é sobre esse tema que Ricardo Haag, diretor da Page Personnel, comenta no vídeo desta semana.

Dicas para profissionais da terceira idade

Haag explica que em décadas passadas era comum que empresas aposentassem os funcionários acima dos 60 de anos de idade, mas hoje isso é mais raro, pois o mercado corporativomudou.

aumento da expectativa de vida fez com que essa parte da população voltasse a ficar disponível para o mercado e um dos maiores motivadores para esses profissionais – além de manter-se ativo – é o aumento da qualidade de vida.

Do outro lado, as empresas possuem uma necessidade que precisa ser suprida: experiência de mercado. Em momentos de crise – como o vivenciado atualmente pelo país –, a experiência desses profissionais é de grande valor porque eles já passaram por momentos semelhantes e por isso, conseguem oferecer soluções com maiores garantias de sucesso.

De acordo com o executivo, essa realidade traz outra boa notícia: esses profissionais acima dos 60 anos de idade podem aproveitar a oportunidade para resgatar antigos sonhos e galgar uma segunda carreira. Por que não? É um momento para fazer novos cursos ou especializações.

Por isso isso é importante manter a mente jovem e estar sempre em movimento, atualizando-se.

Assista ao vídeo e veja como reinventar sua carreira e continuar motivado. Mantenha a qualidade de vida após os 60 anos de idade. Ainda há tempo de fazer muita coisa! Bons negócios!

Escrito por Larissa Moutinho, jornalista MTB 6805, assessora responsável pela comunicação da PHI Investimentos. Foi editora da Revista ADVFN e jornalista da InvestMais. Pós-graduada em marketing e pós-graduanda em finanças.

Anúncios